terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Agentes de saúde e funcionários do Samu se reúnem com vereadores para discutirem irregularidades cometidas pelo prefeito de Apodi



A classe de Agentes de Edemias está reunida nesse momento na câmara municipal, pedindo o cumprimento da lei que garante o piso salarial, explicaram as dificuldades que a classe vem enfrentando, com a desvalorização da classe, e o massacre que o prefeito vem fazendo com o funcionalismo municipal.

A equipe do Samu também está reunida com os legisladores, falando das dificuldades que os mesmos vem enfrentando, com perseguições falta de apoio, segundo os funcionários as gratificações do mês de janeiro não foram depositadas, e os funcionários seguem sem saber se realmente ficaram na equipe, os mesmos são funcionários efetivos do município, mas estão sentindo se ameaçados por perseguição política.

Os funcionários que integram o Samu prestam um serviço relevante ao município de Apodi e toda região, uma equipe competente digo isso por que já presenciei a agilidade e o profissionalismo no atendimento, e agora os mesmos estão concluindo uma capacitação oferecida na capital do estado pelo ministério da saúde se profissionalizando ainda mais para prestar um serviço melhor, os funcionários pedem uma resposta do prefeito se vão continuar em suas funções.

O prefeito de Apodi Flaviano Monteiro vem se contradizendo muito, pois no seu discurso pede o fim do radicalismo político que segundo ele prejudica muito o funcionamento do município, porém suas atitudes não conduz com o discurso.

Emerson Medeiros-Da Redação

Um comentário:

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK